Abandono: Moradores do Argemiro Ortega e Bela Vista reclamam de água parada e rua intransitável na cidade

As vezes passam a maquina, mas aí vem a chuva e leva tudo embora. Precisa asfaltar isso aqui!

Reprodução
Abandono: Moradores do Argemiro Ortega e Bela Vista reclamam de água parada e rua intransitável na cidade

Na manhã desta segunda-feira, (22), moradores dos bairros Argemiro Ortega e Bela Vista em Nova Andradina procuraram a Revista DaGente para relatar os problemas que vem enfrentado com a Rua. Grancindo Abílio Lourenço, (Antiga Boiadeira). Segundo relatos dos moradores a rua está intransitável para quem tem motos e carros de porte pequeno. "Só passa caminhões, e olhe lá" Afirmou uma moradora.

"Já se passaram vários anos e governos, e nenhum demonstrou preocupação com a gente. As vezes passam a máquina, mas aí vem a chuva e leva tudo embora. Precisa asfaltar isso aqui! Porque a água vem lá de cima e alaga tudo por aqui. Olha, quando chove aqui é só Deus na causa. Essa rua é um acesso rápido pra gente, mas infelizmente não tem como andar por ela" Desabafou uma moradora que não quis se identificar.

Em uma das fotos é possível ver, que na mesma rua há uma poça de água parada, na qual o morador Luiz Henrique garante ter  larvas do mosquito aedes aegypti, transmissor da Dengue, febre Chikungunya, Vírus Zica e da Febre Amarela Urbana.

Dengue;

No final do ano de 2017, houve uma reunião com as autoridades do Governo Municipal e Ministério Público Estadual que compõem o Comitê de Combate à Dengue em Nova Andradina para elencar estratégias e ações de monitoramento, mobilização e controle ao vetores para o ano corrente, que desde então vem demonstrando preocupação com os aumentos de casos.

Segundo as informações fornecidas em reportagem pela enfermeira da Vigilância Epidemiológica Tatiana Maria Rovani, os índices são alarmantes. Verificados nas notificações do mês de outubro do ano passado, em que a vigilância epidemiológica apontou 22 suspeitas de dengue. De janeiro a setembro deste ano haviam apenas 23 notificações de casos suspeitos de dengue e 1 caso confirmado de Chikungunya.

Na última quinta-feira, (18), A prefeitura de Nova Andradina publicou nota contratando 40 Auxiliares de Serviços Básicos para atuar em ações de combate à dengue sob à coordenação da Secretária Municipal de Saúde. As 40 vagas são para atuar num prazo de 180 dias, com possibilidade de prorrogação em igual período. O salário oferecido foi de R$ 1.100,57, mais Gratificação de Insalubridade.

São 10 vagas para Nova Casa Verde, com inscrições na Subprefeitura e na ESF do Distrito; já na sede do município, estão destinadas 30 vagas e as inscrições estão sendo realizadas no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), das 7h às 11h e das 13h às 17h.

Tentamos contato com a Coordenadoria Geral de Comunicação (COGECOM), porém, até esta publicação não fomos atendidos.

Comentários