Projeto “Diga Não ao Crime” do DOF inicia o ciclo preventivo 2017

Esse ciclo de palestras preventivas é um trabalho pioneiro na fronteira e mantido pelo DOF, complementando a ação dos policiais militares que ministram o PROERD principalmente nessa região.

Assessoria de Comunicação Social do DOF
Projeto “Diga Não ao Crime” do DOF inicia o ciclo preventivo 2017
Sargento Julio CT Arguelho

TEMA; “QUEM CONHECE, NÃO ERRA”.

Na manha dessa sexta-feira (17), o assessor de Comunicação Social do DOF e coordenador do Projeto DNC (Diga Não ao Crime), ministrou aos calouros do Instituto Federal de Ponta Porã/MS, a palestra que visa inibir a iniciação criminal de jovens e adolescentes na região de fronteira.

O projeto DNC tem como finalidade ajudar a diminuir os índices de incidência criminal, com relação à participação de jovens e adolescentes que residem na região de fronteira, principalmente nos crimes de tráfico de drogas, usando uma palestra de impacto com aproximadamente uma hora e meia de duração, onde o palestrante usa recursos de mídia para alertar o publico alvo sobre as consequências do uso e do trafico de drogas, sobre as formas que os traficantes usam para tentar aliciar pessoas para transportar drogas e sobre a violência que esses grupos criminosos utilizam para “cobrar” dividas de drogas.

O Sargento Arguelho já palestrou para mais de 5mil jovens e adolescentes de escolas, associações e igreja na região de fronteira e iniciou as atividades do DNC no ano de 2017, atendendo aproximadamente 150 jovens e adolescentes que estão iniciando o ano letivo no IFMS e que em sua maioria reside na região de fronteira do Mato Grosso do Sul com o Paraguai, tornando-se potenciais alvos de traficantes e de grupos criminosos que atuam no país vizinho.

Esse ciclo de palestras preventivas é um trabalho pioneiro na fronteira e mantido pelo DOF,  complementando a ação dos policiais militares que ministram o PROERD principalmente nessa região.

“Não foi por acaso que escolhemos iniciar o ciclo de palestras do Projeto DNC em 2017 na cidade de Ponta Porã, mas pela parceria com IFMS e por entender que é uma região sensível e que requer uma atenção especial por parte do Departamento Operações de Fronteira, não somente na repressão aos crimes tipicamente fronteiriços, mas também na prevenção através da conscientização dos jovens e adolescentes que moram nessa região, e por isso o tema: “quem conhece, não erra.” Conclui o palestrante do DNC – Julio CT Arguelho.

Escolas, associações, igrejas e demais instituições que agreguem o publico alvo do projeto, e que tiverem interesse no ciclo de palestras do DNC, poderão solicitá-la a direção do DOF, atreves de oficio. Para mais informações sobre o DNC, entre em contato com a assessoria de comunicação do DOF, atreves do numero 99987-9514, ou através de nossa página no facebook - www.facebook.com/PROJETODNC .

Comentários