Procon divulga pesquisa de preços de produtos tradicionais da Páscoa

Para o levantamento, equipe do órgão avaliou 138 itens em 14 estabelecimentos do município

A Prefeitura de Dourados, por meio do setor de fiscalização e pesquisa do Procon, divulga nesta terça-feira (26) a primeira pesquisa de produtos consumidos tradicionalmente na Semana Santa/Páscoa. Para o levantamento, equipe do órgão avaliou 138 itens em 14 estabelecimentos do município.

Dezenas de ovos de páscoa de diferentes sabores e tamanhos foram pesquisados e em 25 destes produtos, a diferença entre o menor e o maior preço foi superior a 30%.

O produto com maior diferença entre o menor e o maior valor foi o ovo infantil Surprise Pulseira 150g, encontrado a R$ 48,95 e a R$ 74,99, diferença de 53,20%, e a caixa de Bombom Lacta 300g, com diferença de 50,06% entre o menor e o maior preço.

Outro produto muito consumido no período, o peixe conta com grande variação de valores de um estabelecimento para outro.  No filé de tilápia (800g), o menor preço encontrado foi de R$ 19,90 e o maior de R$ 35,99, ou seja, variação de 80,85 nos valores. 

Já o bacalhau do Porto 1kg apresentou diferença de 66,34% nos valores e o Salmão foi encontrado com menor preço de R$ 39,88, sendo o maior preço de R$ 64,90, (diferença de 62,74%).

O total de 15 produtos considerados complementos dos pratos do período obteve diferença maior que 50% entre o estabelecimento com menor preço e maior preço.

Uma grande diferença, por exemplo, foi encontrada no Leite de Coco 200 ml, com 241,73% do menor para o maior preço. No item Azeitona Preta 500g, a variação também é grande. O menor preço encontrado é de R$ 6,95 e o maior de R$ 18,99, com variação de 173,24%.

O órgão destaca a orientação para que os consumidores façam comparação de preços antes da compra e verifiquem também a qualidade e a conservação dos produtos.

A pesquisa na integra está à disposição dos consumidores na sede do Procon e no site da Prefeitura de Dourados, no endereço eletrônico www.dourados.ms.gov.br. O telefone do Procon é o 151.

Veja aqui a lista.

Comentários