Para sensibilizar, universidade coloca placas de homem com frio em MS

Eles assustam, mas é um assustar que chama a atenção da pessoa

Reprodução
Para sensibilizar, universidade coloca placas de homem com frio em MS
Imagem Homem com frio

Sentado no chão, encolhido e de cabeça baixa. O homem parece estar com frio e precisando de ajuda. Essa foi a imagem usada por uma universidade de Campo Grande para sensibilizar alunos na campanha de arrecadação de agasalhos deste ano. Impressa em placas de PVC, a imagem em tamanho proporcional ao de uma pessoa é tão real que chega a confundir.

As placas foram espalhadas pelos corredores da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) e chamam a atenção de quem passa por elas. O objetivo é impactar, segundo o pró-reitor da Pastoral, padre João Vitor Ortiz.

Ele disse que a campanha não é novidade na universidade, mas a proposta desse ano era mobilizar ainda mais doações usando imagens impactantes.

"Quando você olha para uma realidade de sofrimento é impossível não se inquietar, então, nós tendemos a desviar o olhar. Acompanho muito as redes sociais e vi pessoas comentando sobre os bonecos. Eles assustam, mas é um assustar que chama a atenção da pessoa. A escada mesmo, a pessoa olha de longe e já causa um impacto", ressaltou o pró-reitor.

Ele conta que a primeira imagem pensada para a campanha era a de um menino bem arrumado e agasalhado, que foi colocada também nos pontos de arrecadação, mas a universidade resolveu acrescentar a imagem do homem na calçada.

"Hoje a palavra é pobre para expressar as coisas. A imagem, o exemplo, tudo isso são mais fortes e vão despertando algo que a insistência não vai fazer", afirmou

Comentários