Grávida vence tumor cerebral e tem quadrigêmeos

A história de Katis Sturm é surpreendente

A história de Katis Sturm é surpreendente. Aos 16 anos ela foi informada que nunca poderia ter filhos, mas ficou grávida de quadrigêmeos depois que se casou e aos três meses da gravidez descobriu que tinha um tumor no cérebro.

Ela foi diagnosticada na UT Southwestern com um glioma, tumor que afeta a função cerebral e a saúde e em plena pandemia, precisou ser operada às pressas.

Felizmente deu tudo certo. Os bebês Austin, Daniel, Jacob e Hudson nasceram no dia 3 de julho e a família tirou a foto acima no mês passado para comemorar.

Convulsões

Antes do parto, os médicos estavam preocupados. Eles queriam esperar que os bebês nascessem para remover o tumor. Mas Katis começou a ter convulsões foi preciso agir rápido.

Em 22 de março, o dia em que entrou em vigor o lockdown no Condado de Dallas, durante a 20ª semana de gravidez, Katie foi para a cirurgia.

“Meu maior medo era morrer na mesa. Eu disse ao meu marido que se algo acontecesse comigo, eu não queria deixá-lo sozinho com quatro recém-nascidos”, lembra.

Mas as coisas correram bem e Katie se recuperou com sucesso em casa.

No dia 3 de julho, quando ela estava com 32 semanas de gravidez, os médicos fizeram uma cesariana e os quadrigêmeos nasceram.

Vida nova

Hoje, a família contabiliza sorrisos e números. São 24 fraldas pra tocar por dia, 20 mamadeiras para preparar, cinco mamadas por dia e muita paciência.

“Muito choro – alguém está sempre chorando”, disse Katie Sturm.

Três meses após a chegada dos bebês, ela e o marido estão se adaptando à vida com os quadrigêmeos, mais o primeiro filho do casal, Ryan, de 3 anos.

“O ponto principal de tudo isso é que queríamos ter um menino e uma menina e estaríamos prontos”, disse Chris Sturm.

Ajuda

Quando engravidou dos quadrigêmeos Katie se perguntava se ela e o marido seriam capazes de sustentar tantos filhos mas eles estão conseguindo.

Com a ajuda de amigos e familiares, o casal se mudou para uma casa maior e comprou uma minivan para se preparar para a vida com cinco crianças.

A avó dela organizou um chá de bebê drive-thru, com distanciamento social. A mãe e a sogra de Katie estiveram por perto para ajudar a cuidar das crianças assim que nasceram.

O casal aderiu a um programa para múltiplos, no qual médicos costumam fornecer amostras de remédios gratuitamente.

A ansiedade agora é de Ryan, que tem sido doce e gentil com os recém-nascidos, mas não vê a hora que eles cresçam para poderem brincar juntos.

Comentários