Marçal Filho foi eleito deputado estadual com forte apoio de seu município de origem

A eleição do vereador Marçal Filho (PSDB) para o cargo de deputado estadual neste domingo (7) teve forte influência de Dourados

A eleição do vereador Marçal Filho (PSDB) para o cargo de deputado estadual neste domingo (7) teve forte influência de Dourados. Em sua terra natal, ele obteve quase 20 mil votos, mais do que o dobro do segundo mais votado no município. Além disso, superou até mesmo o número conquistado nas urnas pelo candidato a deputado federal com melhor resultado na maior cidade do interior do Estado. 

De acordo com os dados disponibilizados pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), dos 355 candidatos que disputaram as 24 vagas na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, Marçal Filho foi o 11º mais votado, escolhido por 25.437 eleitores. Desse total, 19.021 somente em território douradense.

Ex-deputado federal, ele já havia obtido a maior votação da história da Câmara de Dourados no pleito municipal de 2016, votado por 4.065 eleitores. 

Em Dourados, Renato Câmara (MDB) foi o segundo mais votado para deputado estadual. Na busca pela reeleição, o parlamentar conseguiu o que almejava, mas no município em que inclusive disputou a prefeitura em 2016 ficou com 9.375 votos nas eleições gerais de 2018. 

Em terras douradenses, Barbosinha (DEM) obteve 7.455 votos, Neno Razuk (PTB) 6.846, e Zé Teixeira (DEM) 6.562. Mais votado em todo Mato Grosso do Sul, Capitão Contar (PSL) ficou com 5.098 votos de Dourados. 

Na disputa entre os 130 candidatos a deputado federal por Mato Grosso do Sul, quem mais conquistou votos em Dourados foi Geraldo Resende (PSDB), segundo colocado na disputa pela prefeitura do município em 2016. O parlamentar buscava a reeleição e foi escolhido por 61.675 eleitores sul-mato-grossenses, dos quais 12.037 douradenses. Mas sua votação não foi suficiente para garantir a permanência no cargo. 

Ainda no domingo, logo após confirmar sua eleição para deputado estadual, Marçal Filho agradeceu o apoio do eleitorado. 

“Deus esteve no comando, sei bem o que passei, como foi minha campanha, o quanto andei, quanto falei, quanto de campanha fiz corpo a corpo. Todo mundo sabe como foram as campanhas para deputado estadual, muito caras, e a minha foi a mais modesta de todas, porque disse que se me elegesse seria pela conquista do voto através do meu trabalho, do que represento. Seriam todos votos conquistados, sem dar gasolina e nem dinheiro para ninguém. Agradeço às 25.437 pessoas que votaram em mim. Foram responsáveis pela minha eleição de forma honesta, de graça, não receberam nada de mim de forma pessoal, por causa do meu trabalho em prol da região e principalmente de Dourados", declarou Marçal Filho.

 

Comentários