Dourados está presente no 66º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social

O Fórum também foca em debater alternativas para a retomada de investimentos em políticas habitacionais e novas oportunidades por meio de projetos desenvolvidos pelas associadas

Teve início da quarta-feira (21) e segue até hoje (23), em Foz do Iguaçu-PR, o 66º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social, com extensa pauta de discussão sobre temas importantes, como regularização fundiária, financiamento de habitações sociais, estratégias psicossociais relacionadas à habitação social, entre outros, como lotes urbanizados, projeto do Governo do Estado, premiado nacionalmente, e que está sendo implementado em Dourados, por meio de parceria da prefeitura com o Governo, por meio da Agehab-MS (Agência de Habitação Popular de MS).

Dourados está participando ativamente da programação, com o diretor-presidente da Agehab (Agência Municipal de Habitação de Interesse Social), Carlos Augusto de Melo Pimentel e Anizio Souza Santos, do setor de regularização de posse da Agehab.

De MS também participam do Fórum a diretora presidente da Agehab-MS, Maria do Carmo Avesani Lopes; o adjunto da Agehab-MS, Ubiratan Rebouças; o diretor-presidente da EMHA (Empresa Municipal de Habitação) de Campo Grande, Enéas José de Carvalho Neto e diretores de Habitação de alguns municípios. O secretário nacional da Habitação, Celso Matsuda, também participa.

O evento é promovido pela Associação Brasileira de Cohabs e Agentes Públicos de Habitação (ABC) e pelo Fórum Nacional de Secretários de Habitação e Desenvolvimento Urbano e tem como objetivo contribuir para a política habitacional no Brasil. O evento reúne instituições públicas e da iniciativa privada que atuam no setor de habitação de interesse social.

Com o objetivo de elaborar uma agenda estratégica com propostas para o setor, algumas das pautas em discussão são o atual panorama da habitação de interesse social no país, o processo de regularização fundiária, alternativas para a política habitacional sustentável, novas tecnologias e políticas exitosas de HIS desenvolvidas por estados e municípios.

O Fórum também foca em debater alternativas para a retomada de investimentos em políticas habitacionais e novas oportunidades por meio de projetos desenvolvidos pelas associadas.

“É um importante momento para troca de experiências e conhecimento sobre os trabalhos desenvolvidos pelas companhias e agências de habitação em outros estados e municípios”, diz Carlos Pimentel, da Agehab de Dourados.

 

Fotos – Divulgação

1 - Enéas, Pimentel, Maria do Carmo, Celso Matsuda, Márcia Lobo, Ubiratan e técnicos da EMHA-CG

2 - Carlos Pimentel e Anizio Souza, Agehab-Dourados

 

Comentários