Doador de órgãos douradense deve salvar vidas em três estados brasileiros

Órgãos foram captados hoje pela manhã no Hospital da Vida

Foto: Weslei Queiroz/Secretaria Municipal de Saúde)
Doador de órgãos douradense deve salvar vidas em três estados brasileiros
captação dos órgãos do doador foi feita no Hospital da Vida, em Dourados

Órgãos de Roberto Aparecido Ramos, agente da Guarda Municipal de Dourados que teve morte cerebral confirmada na segunda-feira (9) no Hospital da Vida, deverão salvar vidas no Acre, em São Paulo e em Campo Grande, distante 228 quilômetros da cidade onde viveu o doador. O procedimento de captação ocorreu na manhã desta quarta-feira (11).

Uma equipe com médicos de Goiânia, capital de Goiás, e de São Paulo, desembarcou às 6h30 de hoje no Aeroporto Regional Francisco de Matos Pereira, na segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul. Trazidos por um avião da FAB (Força Aérea Brasileira), fazem parte da Central Nacional de Transplantes.

Já em Dourados, esses profissionais contaram com o apoio de médicos da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do próprio Hospital da Vida, onde o doador faleceu vítima de um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Informações apuradas pela Secretaria Municipal de Saúde, que administra a unidade hospitalar, indicam que foram captados fígado, córneas e rins.

Comentários