Délia visita asfalto comunitário que tem 60% de verba da Prefeitura

Monte Carlo recebe investimento de mais de R$ 6,2 milhões provenientes da Prefeitura, na obra que terá total de R$ 8,33 milhões. Moradores pagam R$ 2,09 milhões

A. Frota
Délia visita asfalto comunitário  que tem 60% de verba da Prefeitura
Prefeita Délia Razuk e secretário Tahan em vistoria as obras de asfalto no conjunto residencial Monte Carlo

A prefeita Délia Razuk visitou na manhã desta sexta-feira (9) as obras de pavimentação do Conjunto Residencial Monte Carlo que recebem investimento de mais de R$ 6,2 milhões provenientes da Prefeitura de Dourados, na obra que terá total de R$ 8,33 milhões. Outros R$ 2,09 milhões são provenientes do investimento dos proprietários que assinaram contratos de adesão ao asfalto comunitário, previsto em Lei.

Segundo a Secretaria de Obras Públicas (Semop), são R$ 4,72 milhões para a pavimentação asfáltica e R$ 3,06 milhões para drenagem, este valor que foi todo bancado pela Prefeitura.

A prefeita vistoriou as obras, conversou com as equipes e destacou a qualidade da pavimentação que está na fase de aplicação da capa asfáltica. A prefeita elogiou a participação dos moradores e destacou todo o esforço da administração em alocar recursos próprios para a implantação do asfalto e drenagem.

"O asfalto comunitário é possível através de uma lei existente e da adesão dos moradores, mas o investimento da Prefeitura, que ultrapassa 60%, é de suma importância. Estamos aqui para celebrar este avanço nesta obra que foi retomada no ano passado e vai beneficiar toda a região, valorizar a comunidade e trazer qualidade de vida", disse a prefeita, que agradeceu a todos que da comunidade que colaboraram com o projeto.

O bairro, criado em 1993, tem 35 quadras e mais de 670 lotes e, agora, quase 25 anos depois, recebe a melhoria. O que favoreceu a implantação da obra foi a Lei Municipal 3470/2011 do asfalto comunitário, criada em 2011 e que permite ao morador contribuir financeiramente com uma quantia para que a pavimentação seja executada. Para isso é necessário que 70 por cento dos proprietários assinem o termo de adesão. No caso do Monte Carlo, mais de 76% dos moradores aderiram e pagam parcelado em 36 vezes.

A moradora Sirlei Oscar, de 57 anos, lembra quando os moradores enfrentavam o barro para sair do bairro. "Tinha que subir até à rua principal e levar um sapato limpo para trocar lá em cima. Estou muito feliz com esta intervenção e que venham mais melhorias", disse.

Thalise Bitencourt, de 23 anos, é moradora no bairro desde os três anos de idade. Ela conta como a região evoluiu rapidamente e passou a necessitar da pavimentação que chega agora. "Ninguém conseguia andar sem que o barro, atoleiros e a lama prejudicassem", disse.

A primeira etapa do asfalto no Monte Carlo foi concluída em fevereiro de 2017, com a pavimentação do quadrilátero formado pelas ruas Gerônimo de Mattos e Coronel José Marcondes e Projetada MC 02 e MC 10.

Em junho de 2017, a Comissão de Moradores do Residencial Monte Carlo disponibilizou os contratos que foram assinados e a implantação da última etapa iniciada que agora recebe a capa.

E a atenção da prefeita não deve se ater apenas ao asfalto para o Monte Carlo. Délia analisou o mapa do bairro e, com o secretário de Obras Públicas, Tahan Sales Mustafa, projetou novos empreendimentos para as áreas públicas, assinaladas no projeto. "Vamos analisar a possibilidade de trazer mais estrutura para esta comunidade", disse a prefeita, que visitou o Ceim local e ouviu demandas dos moradores.

Comentários