Délia reprova atitude de guarda municipal e determina sindicância

A prefeita Délia Razuk, tão logo tomou conhecimento do ocorrido na noite de quarta-feira na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde uma pessoa foi agredida por agentes da Guarda Municipal de Dourados e se indignou e, imediatamente determinou sindicância

A prefeita Délia Razuk, tão logo tomou conhecimento do ocorrido na noite de quarta-feira na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde uma pessoa foi agredida por agentes da Guarda Municipal de Dourados e se indignou e, imediatamente determinou sindicância para apurar as responsabilidades.

A chefe do executivo solicitou que a Procuradoria-Geral do Município tome todas as medidas cabíveis, para esclarecimento dos fatos e para a punição do servidor se for o caso.

"Não admito e jamais admitirei, em hipótese alguma, que uma atitude dessas aconteça, ainda mais dentro de uma unidade de saúde, aonde as pessoas vão à procura de ajuda. Todos têm direito à proteção física e mental, independente de sua condição social. Não aceito isto. Abomino todo tipo de violência, de preconceito e de discriminação", desabafou a prefeita, afirmando que será vigilante na condução dessas apurações e que eventuais abusos não serão admitidos.

 

Comentários