Após cobranças de Marçal, secretário se justifica por falta de iluminação pública

Após essas cobranças de explicações, a secretária divulgou nota à imprensa citando relatório do departamento de iluminação pública da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos...

Reprodução
Após cobranças de Marçal, secretário se justifica por falta de iluminação pública
Marçal filho usa tributa para falar sobre iluminação publica

Um dia após o vereador Marçal Filho (PSDB) usar a tribuna da Câmara Municipal para lançar a campanha “Ilumina Dourados”, baseada no grande número de queixas sobre a falta de iluminação pública na cidade, o secretario de Serviços Urbanos (Semsur), Joaquim Soares distribui nota à imprensa dizendo que não é justo pegar dois ou três exemplos de falhas neste setor para fazer críticas. 

Na semana passada Marçal fez duras cobranças à administração municipal para que os recursos pagos pelos contribuintes douradenses através do Custeio de Serviço de Iluminação Pública (Cosip), tributo embutido nas contas de energia elétrica que rende em média R$ 1,3 milhão por mês aos cofres do município, sejam revertidos em melhorias para a população.

“O recurso da Cosip só pode ser destinado para esse fim, de iluminação pública. Mas não vemos isso na cidade. A reclamação é geral e o que vem sendo feito com o tributo recolhido dos contribuintes”, questionou Marçal Filho na Câmara. 

Após essas cobranças de explicações, a secretária divulgou nota à imprensa citando relatório do departamento de iluminação pública da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur) para justificar que em quatro meses foram trocadas 1.930 lâmpadas na cidade. 

“O relatório traz que em 611 ocorrências com registro específico, foram trocadas 414 lâmpadas (3 por dia) e 197 reatores. Outros 1.516 registros foram de trocas de lâmpada sem especificidade. Além disso, são 40 emendas de fio rompido, 78 substituições de base para relê, 45 substituições para conectores e muitas outras estruturas que compõem a rede. Assim, são sanados os problemas com a falta da iluminação e a ocorrência de lâmpadas acesas fora de horário”, informou a administração municipal.

Secretário de Serviços Urbanos do município alegou ainda que a média de 27 ocorrências atendidas é feita por quatro equipes, que em Dourados são pelo menos 30 mil postes e que lâmpadas queimam todos os dias. “Temos atendido vários pontos todos os dias e a demanda é ainda maior, o que não é certo é algumas pessoas pegarem dois ou três exemplos, não entenderem nada do serviço e usarem de forma pejorativa, política”, argumentou.

Comentários

  • Anilton nogueira
    Anilton nogueira 14/05/2018 16h43min

    Isso éh uma vergonhaa,ak na minha ksa no Bonanza 2 tem 2 lâmpadas queimada ja faz 3 mêses que fiz o pedido,ja liguei umas 200 vezes e sempre a mesma desculpa,seu pedido ta em aberto ainda tem que aguardar,ou esta faltando material,o mais engraçado éh que a taxa de iluminação sempre vem na conta néh,1.3 milhões por mês de renda de iluminação pública,pra onde esta indo esse dinheiro será heem,pq qndo saiu essa matéria ai oque deu de gentee comentando que estão a mto tempo com as luzes em frente as suas ksas queimadas... Tava mais que na hr de abrii uma investigação para apurar para aonde está indo esse dinheiro e esperamos um retorno ,pq não somos palhaços não. Pagamos nossos impostos em dia e o minimo que esperamos éh que tenhamos retorno só isso.