Ação “Sábado contra o Mosquito” contempla bairro Parque das Nações II amanhã

A ação “Sábado sem Mosquito” sugerida pelo Ministério da Saúde no contexto da campanha nacional contra o Aedes será desenvolvida pela Prefeitura de Dourados

A ação “Sábado sem Mosquito” sugerida pelo Ministério da Saúde no contexto da campanha nacional contra o Aedes será desenvolvida pela Prefeitura de Dourados, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, com o apoio da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, neste dia 30 de março, a partir das 7h, no bairro Parque das Nações II.

Conforme a SEMS, a Unidade Básica de Saúde do bairro estará aberta para atendimento médico e odontológico e, no bairro, ações de limpeza serão promovidas pela Semsur e o Imam doará mudas de plantas. Os Agentes de Combate de Endemias (ACE) visitarão as residências e o Centro de Controle de Zoonoses também atuará, inclusive, com a aplicação do ‘fumacê’. A ação inicia pelo Parque II uma vez que este é o bairro com maior número de casos positivos de dengue (26), conforme a planilha de notificações para bloqueio da dengue.

“É uma ação que visa enfrentar pontualmente a incidência do mosquito Aedes, transmissor de dengue, zika e chikungunya, além de manter serviços de saúde e promover a limpeza do bairro”, disse a secretária Berenice de Oliveira Machado Souza.

Os cidadãos interessados em participar da ação podem procurar o posto de saúde munidos do Cartão SUS e de documento de identificação. A secretária ressalta ainda, que o mutirão contra a dengue pode ser reforçado pela população. “Uma pesquisa nacional da Fiocruz constatou que uma inspeção semanal de 10 minutos é suficiente para fazer a diferença contra a dengue, uma vez que a grande maioria dos focos está nas residências”, reforçou a secretária.

A ação que inicia pelo Parque II deve seguir para outros bairros nos próximos sábados. “O tema nacional da campanha contra a dengue está firmado na união entre todos os segmentos da sociedade para eliminar foco e evitar a propagação da doença. Vamos nos unir nesta guerra”, finalizou Berenice.

Até a semana passada, haviam sido notificados 513 casos de dengue em Dourados, sendo 224 confirmados como positivos e 138 negativos. Esta doença causou pelo menos uma morte na cidade. Em relação à chikungunya foram 33 notificações, com sete casos positivos para a doença. Já em relação à zika não há registro de casos em Dourados, apenas quatro notificações.

 

Comentários